sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Os Bébés


Pois é, como vos disse no Post anterior, temos bébés em casa: São cinco no total. Três fêmeas e dois machos...
Não param quietos e brincam imenso! Umas autenticas pestes...Mas umas pestes adoráveis!


Dixie

A Dixie é a nova bébé cá de casa.


A Guiness e o Murphy tiveram uma ninhada e eu deixei-me levar pelo bichinho...ou seja, de ver tantos bebés a passear, correr e brincar aqui por casa...achei que estava a precisar de uma menina brincalhona e divertida para alegrar os meus dias quando os pequenos se fossem embora.


Tal como já tinha acontecido com o Murphy, andei à procura de uma gatinha por diversos criadores. O meu desejo era ter uma tartaruga (perco-me de amores por esses exemplares), mas estava muito complicado encontrar alguma que tivesse registo.


Como não existem coincidências...acabei por conhecer uma criadora da Ericeira, a Paula...(muito querida mesmo). Ela possui meninos com e sem registo, mas já não tinha nenhum bébé para mim com registo.

No entanto (foi mesmo uma querida) - são poucas as pessoas que o fazer...recomendou-me um outro criador da mesma zona, porque eles costumavam também ter bébés e estes tinham, tal como eu pretendia, registo. Contactei, sem sucesso o criador e fiquei tristinha.


Numa altura qualquer (e nem sem bem porque motivo), resolvi folhear o jornal ocasião...

Retirou-se o e-mail para contacto e assim que se teve oportunidade entrou-se em contacto com o Gatil em questão (daí o não existirem coincidências e quando tem de ser, é!) - o Gatil era exactamente o mesmo que a Paula tinha recomendado.


Obtivémos resposta e nem pensámos duas vezes, também é azul como o resto da familia...ma´s é azul bicolor...
Fomos buscá-la e ela é realmente fantástica. tem uma vida unica, é meiga, carinhosa, adora colo, quer colo, lambe o nariz, morde os pés, ronrona imenso, dorme e barrriga para cima... É uma verdadeira companhia e é tudo aquilo que sempre desejei num gatinho (não menosprezando os outros !atenção! que são muito especiais).
Deixo-vos aqui uma fotografia da minha menina mais nova:






Murphy

O Murphy é o gato mais mimado que eu tenho cá em casa. Faz manha por tudo e por nada e parece a minha sombra.

Anda sempre atrás de mim (ou pelo menos na mesma divisão que eu).

Adora festas e mimos nas orelhinhas....agora nem pensem em o agarrar! Para ele isso é muita lamechice e são coisas de miudas!

Quando mudei de casa (e para a Guiness não se sentir tão sozinha) comecei a procurar um gatinho para lhe fazer companhia. Queria definitivamente um macho (até porque gostava que a Guiness fizesse uma barriguinha).

Corri imensos criadores, no entanto procurava um gato (tal como a Guiness) com registo e muitos dos criadores que até tinham gatos LIIIIINDOS, acabavam por não os ter registados.

Procurei, procurei, procurei...
Até que resolvi procurar exactamente no mesmo sitio onde fui buscar a Guiness.
E fantástico - eles tinham um exemplar!

O Sr. Murphy

No entanto, eles nunca tinham pensado em vender o Murphy e como tal já o tinham registado com o nome de "Oceano"- um nome da preferência deles.

É obvio que Oceano é mesmo só de registo.

Ele é o Sr. Murphy Manél aqui para os amigos e só responde por esse nome.

A primeira vez que o vi foi por fotografia e decidi logo que ia ficar com ele.
Meio irmão da Guiness e persa azul como ela...
Lindo, Lindo e muito lindo....

É o meu caçula cá de casa!




Guiness

Confesso que andava à procura "DAQUELA" fotografia exacta que me fez deixar ser uma rapariga de cães para passar a ser uma rapariga de gatos. Falo de uma foto da Guiness (ainda ela estava na casa do criador).

A minha mummy andava à procura de um gatinho azul da rússia para lhe fazer companhia...e o criador gentilmente cedeu algumas fotografias dos meninos que tinha lá no gatil (bengal, azuis da russia e persas).
A minha mãe, fascinada pelos azuis da russia, acabou por achar imensa piada à fotografia e resolveu distribuir pelos filhos...

Foi aí que (como é que posso explicar isto)....
APAIXONEI-ME perdidamente....

apaixonei-me por uma gata que nem conhecia...muito fofa e que parecia um peluchinho (que raiva, queria mostrar-vos a foto e não a encontro em lado algum)...mas adiante....(não tenho fotos tenho filmes...ehehehehehe)

No dia em que a minha mãe foi buscar o MC (azul russia), resolvi ir com ela (tipo penetra) para ver se me encontrava com a "gatinha de peluche"...
Bem dito bem certo....

Enquanto eles estiveram quase uma (ou mais) horas à conversa, eu entreti-me com a Guiness...


video


É obvio que 1+1 são 2
e no dia dos meus anos acabei por levar a Guiness como prenda...

Faz 3 anos que está comigo.
É uma gata muito independente e não gosta muito de colo (prefere festas). No entanto consegue ser muiot ternurenta e atenciosa.

É a minha Guiness e basta!

Os Persas...

Antes de iniciar este blog....e como muitos que também existem por aí, gostaria de deixar presente (e para os mais curiosos) a história do Gato Persa. Depois coloco fotos dos meus meninos....(os disponiveis e os indisponiveis)

História:

A história dessa raça tem inicio no século XVII, quando um viajante italiano chamado Pietro Della Valle passou pela Pérsia e trouxe consigo alguns dos belos gatos que andavam pelas ruas locais. Ao chegar a Itália, imediatamente esses gatos ganharam a simpatia das pessoas devido a sua pelagem macia e brilhante.
Porém, a moderna raça persa surgiu somente no século XIX, quando esses gatos criados na Itália foram levados a Inglaterra, onde sofreram cruzamentos com gatos da raça angorá. Logo em seguida foi feito um trabalho de melhoramento genético visando se obter maior variedade de cores e padrões de pelagem. Há hoje mais de 100 diferentes combinações de cores para gatos dessa raça, variando desde o branco neve até o malhado (casco de tartaruga).
Normalmente, nessa raça a cor branca associada a presença de olhos azuis está geneticamente relacionada a problemas de audição no animal. Os gatos brancos com apenas um dos olhos azuis pode ser surdo de apenas um ouvido, enquanto que os espécimes com ambos os olhos azuis acabam não possuindo nenhuma audição.



Características

Os persas são gatos muito procurados por pessoas que vivem em espaços pequenos, como apartamentos, pois seus miados são baixos e pouco comuns, além do fato desses animais apresentarem um forte apego ao seu dono.
Esse animal se caracteriza pela pelagem comprida e sedosa, com uma cabeça grande e redonda, orelhas pequenas e arredondadas com tufos de pelo no interior, olhos grandes e redondos de coloração vívida e patas curtas, porém musculosas. O padrão comum da raça apresenta focinhos achatados (flat face), porém alguns animais possuem focinhos um pouco mais alongados (doll face).

A manutenção de sua pelagem é um pouco trabalhosa, sobretudo devido a formação de nós ocorridos devido ao comprimento dos pelos.

O padrão de uma raça é determinado pelas associações que a representam. Assim sendo, existem pequenas variações de associação para associação. Abaixo podemos ver o padrão da FIFe (Federação Felina Internacional).

Tamanho: Médio a Grande - Os machos são maiores que as fêmeas, pesando de 4 a 5 kg, e as fêmeas de 3 a 4 kg.

Orelhas: Pequenas, arredondadas nas pontas e bem separadas.

Nariz: Achatado, Curto, Largo, com stop bem definido, situado entre os olhos e entre as pálpebras superiores e inferiores, nariz não arrebitado. As narinas devem ser bem abertas.

Corpo: De estrutura compacta, patas curtas, peito largo, ombros e dorso maciços, bem musculosos, de comprimento curto e formato quadrado.

Rabo: De comprimento curto, dobrado sobre o dorso fica entre a nuca (muito longo) e o meio das costas (ideal).

Pescoço: Curto e forte.

Cabeça: De formato redondo, maciça, bem equilibrada, crânio largo. Testa arredondada, bochechas cheias.

Pelagem: Comprida, densa , de textura fina e sedosa (sem ser lanosa).

Olhos: Grandes, redondos e simétricos, bem separados, dando a face uma expressão mais aberta. De cor sólida, brilhante.

Patas: Grandes, redondas, sendo desejável tufos de pelos entre os dedos.